sábado, 16 de agosto de 2014

XIX SEMANA DO TEMPO COMUM *
(Verde – Ofício do Dia)

Leitura (Ezequiel 18,1-10.13.30-32)
18 1 A palavra do Senhor foi-me dirigida nestes termos: “Por que repetis continuamente esse provérbio entre os israelitas:2 ‘Os pais comeram uvas verdes, mas são os dentes dos filhos que ficam embotados’?3 Por minha vida - oráculo do Senhor Javé -, não tereis mais ocasião de repetir esse provérbio em Israel.4 É a mim que pertencem as vidas, a vida do pai e a vida do filho. Ora, é o culpado que morrerá.5 O homem justo - que procede segundo o direito e a eqüidade,6 que não participa dos festins das montanhas, que não volve os olhos para os ídolos da casa de Israel, que não desonra a mulher do próximo, e não tem relação com uma mulher durante o tempo de sua impureza,7 que não oprime ninguém, que restitui o penhor ao seu devedor, que não exerce a rapina, que dá seu pão aos famintos, e cobre com vestimenta o que está nu,8 que não empresta à taxa usurária e não recebe com juros, que afasta a sua mão da iniqüidade, e julga eqüitativamente entre um homem e outro,9 que segue os meus preceitos e observa as minhas leis, para proceder com retidão - esse homem é um justo: certamente viverá. Oráculo do Senhor Javé.10 Porém, se esse homem gerou um filho violento e sanguinário, que comete (contra seu irmão) uma dessas faltas13 que faz empréstimo com usura e recebe juros, esse rapaz não poderá permanecer em vida. Após as abominações que houver cometido, ele deve perecer, e seu sangue recairá sobre ele.30 Assim, pois, casa de Israel, é segundo o vosso próprio proceder que julgarei cada um de vós - oráculo do Senhor Javé. Convertei-vos! Renunciai a todas as vossas faltas! Que não haja mais em vós o mal que vos faça cair.31 Repeli para longe de vós todas as vossas culpas, para criardes em vós um coração novo e um novo espírito. Por que haveríeis de morrer, israelitas?32 Não sinto prazer com a morte de quem quer que seja - oráculo do Senhor Javé! Convertei-vos, e vivereis!”
Palavra do Senhor.
 
Salmo responsorial 50/51
Ó Senhor, criai em mim um coração que seja puro!

Criai em mim um coração que seja puro, dai-me de novo um espírito decidido.
Ó Senhor, não me afasteis de vossa face nem retires de mim o vosso Santo Espírito!


Dai-me de novo a alegria de ser salvo e confirmai-me com espírito generoso!
Ensinarei vosso caminho aos pecadores, e para vós se voltarão os transviados.


Pois não são de vosso agrado os sacrifícios, e, se oferto um holocausto, o rejeitais.
meu sacrifício é minha alma penitente, não desprezeis um coração arrependido!

 
Evangelho (Mateus 19,13-15)
Naquele tempo, 19 13 foram, então, apresentadas a Jesus algumas criancinhas para que pusesse as mãos sobre elas e orasse por elas. Os discípulos, porém, as afastavam.14 Disse-lhes Jesus: “Deixai vir a mim estas criancinhas e não as impeçais, porque o Reino dos céus é para aqueles que se lhes assemelham”.15 E, depois de impor-lhes as mãos, continuou seu caminho.
Palavra da Salvação.
 

Nenhum comentário: