segunda-feira, 25 de março de 2019

Programação da Semana Santa 2019

A Igreja Católica celebrará no próximo mês a Semana Santa 2019, que terá início no dia 14 de abril (Domingo de Ramos) e termina em 21 de abril (Domingo de Páscoa). A Paróquia São José divulga abaixo sua programação. 
Confira, programe-se e participe!

sábado, 23 de março de 2019

Os cinco passos para uma boa Confissão


Os cinco passos necessários para fazer uma boa confissão são os seguintes:

1. Exame de Consciência
* Procurar lembrar de todos os pecados que necessita confessar[9], ou seja, os pecados graves;
* Pode-se inclusive fazer uma lista dos pecados, para facilitar e evitar o esquecimento;
* Não é necessário contar como aconteceu, mas apenas contar o pecado e quantas vezes o cometeu desde a última Confissão. Exemplo: faltei na Missa dominical uma vez.

2. Arrependimento
* O arrependimento é a dor por ter ofendido Deus pelos pecados cometidos e o propósito de não mais cometê-los[10];
* Sem o arrependimento, a Confissão é inválida, pois não passa de um teatro. Exemplo: se alguém confessar já planejando cometer de novo o mesmo pecado, a Confissão é inválida;
* Pessoas deixam de confessar por pensarem: “Eu acho que cometerei o mesmo pecado, então não vou confessar.” Porém, a consciência do risco de cair novamente não impede de confessar. Havendo propósito de lutar contra o pecado, a Confissão é válida. Além disso, devemos confessar, pois a Confissão nos dará mais graças para não cair.

3. Declaração dos Pecados
* É necessário declarar todos os pecados graves que ainda não foram declarados em uma Confissão válida. É recomendável que os pecados veniais também sejam confessados, desde que haja o arrependimento e a intenção de não mais cometê-los, para receber sobre eles uma graça e o aconselhamento do sacerdote. Todavia, confessar pecados veniais não é estritamente necessário, já que são perdoados sem que sejam confessados. Ademais, o Ato Penitencial na Santa Missa também absolve os pecados veniais[11];
* Para que haja um pecado grave, são necessárias três condições: matéria grave, plena consciência e plena liberdade[12];
* Se algum pecado for esquecido, mesmo após um bom exame de consciência, o pecado foi perdoado na absolvição, mas deve ser declarado na Confissão seguinte;
* Se algum pecado grave for escondido de propósito, a Confissão foi inválida. Não é possível reconciliação pela metade.

4. Absolvição
* Após o ato de contrição (que poderá ser lido, decorado ou espontâneo), o Sacerdote dará a absolvição. Se os outros passos foram realizados corretamente, o fiel já se encontra em estado de graça.

5. Penitência
* A penitência é um bem para compensar o mal cometido pelo pecado. O fiel completará o processo de reconciliação cumprindo a penitência da Confissão, geralmente alguma oração simples ou uma boa obra[13].

Autor: Padre Francisco Amaral, sacerdote da Arquidiocese de Cuiabá-MT e vigário da Paróquia Santo Antônio de Várzea Grande.

Siga no: Facebook | Instagran | Youtube.

Links relacionados:
ACI DIGITAL. Exame de consciência.
CLÉOFAS. O inviolável segredo da confissão
PADRE PAULO RICARDO. As três obras quaresmais.
PADRE PAULO RICARDO. A última Confissão

Referências:
[1]  Cf. PAPA JOÃO PAULO II. Catecismo da Igreja Católica, 1441-1442.
[2]  Idem, 1443-1445; 1485.}
[3]  Idem, 1467.
[4]  PAPA JOÃO PAULO II. Código de Direito Canônico, cânon 1388 § 1.
[5]  Cf. PAPA JOÃO PAULO II. Catecismo da Igreja Católica, 1446.
[6]  Idem, 1484; 1493.
[7]  PAPA JOÃO PAULO II. Código de Direito Canônico, cânon 989.
[8]  Cf. PAPA JOÃO PAULO II. Catecismo da Igreja Católica, 1457.
[9]  Idem, 1454.
[10] Idem, 1451-1453.
[11] Idem, 1456.
[12] Idem, 1857.
[13] Idem, 1460.

FONTE: Canção Nova

quarta-feira, 20 de março de 2019

Mutirão de Confissões

Um convite a uma conversão e renovação constantes!
O Vicariato São João organizou o mutirão para realização do Sacramento da Confissão entre os dias 20 de março a 03 de abril. Assim, disponibilizamos aos fiéis a nossa programação.

terça-feira, 19 de março de 2019

Solenidade de São José

Entre os dias 10 e 19 de março, a Paróquia São José em Itapetinga, celebrou a novena e festa em honra ao seu padroeiro.
Com muita fé, durante toda a novena, a Paróquia que é administrada pelo Pe. Rosenildo Pereira dos Santos, recebeu o Bispo Diocesano de Caetité, Dom. José Roberto Silva Carvalho; os padres Manoel Carlos de Jesus Cruz (Itabuna), Gilmar Oliveira dos Santos (Itabuna), Adriano Oliveira Fernandes (Itabuna), José Nunes Cardoso (Firmino Alves), Euvaldo Santana da Silva (Itororó), Geneildo Almeida Lima (Anagé), Frenilson da Conceição Brito e Nilson Laurêncio dos Santos (Reitores dos Seminários) e, os padres do Vicariato São João, Ednilton de Jesus Oliveira (Black), Irineu Moreira Meira, Alessandro Mendonça Nonato, Reinaldo Tarso Martins e Ariosvaldo de Jesus Aragão; o diácono Cláudio Ferraz Ribeiro de Brito e os seminaristas.
O tema abordado foi "Fraternidade e Políticas Públicas" "Serás liberto pelo direito e pela justiça" (Is. 1,27).
A fé do povo de Deus foi manifesta em uma linda procissão que saiu do Parque Poliesportivo da Lagoa, percorrendo algumas ruas de nossa cidade, tendo como destino a Igreja Matriz de São José.
A missa solene (19/03) foi presidida pelo Pe. Ariosvaldo de Jesus Aragão, da Catedral Metropolitana Nossa Senhora das Vitórias. Palavras não descrevem as bênçãos vividas nestes dias.