sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Primeira Leitura: 1º Reis 11, 29-32; 12, 19

SANTA ESCOLÁSTICA, VIRGEM


29E aconteceu que um dia, saindo Jeroboão de Jerusalém, encontrou-se em caminho com o profeta Aías de Silo, vestido com um manto novo. Estavam os dois sós no campo. 30Então Aías, tomando o manto novo que trazia, rasgou-o em doze pedaços. 31Toma para ti dez pedaços, disse ele a Jeroboão, pois isto diz o Senhor, Deus de Israel: Vou arrancar o reino das mãos de Salomão, e dar-te-ei dez tribos. 32Mas, em atenção ao meu servo Davi e à cidade de Jerusalém, que escolhi dentre todas as tribos de Israel, ficar-lhe-á ainda uma tribo. 19Desse modo, separou-se Israel da casa de Davi até o dia de hoje.


Salmo Responsorial(80)


REFRÃO: Ouve, meu povo, porque eu sou o teu Deus!

1. Não haja em teu meio um deus estranho; nem adores jamais o deus de outro povo. Sou eu, o Senhor, teu Deus, eu que te retirei do Egito; basta abrires a boca e te satisfarei. - R.

2. No entanto, meu povo não ouviu a minha voz, Israel não me quis obedecer. Por isso, os abandonei à dureza de seus corações. Deixei-os que seguissem seus caprichos. - R.

3. Oh, se meu povo me tivesse ouvido, se Israel andasse em meus caminhos! Eu teria logo derrotado seus inimigos, e desceria minha mão contra seus adversários. - R.



Evangelho: Marcos 7, 31-37


Naquele tempo,31Ele deixou de novo as fronteiras de Tiro e foi por Sidônia ao mar da Galiléia, no meio do território da Decápole. 32Ora, apresentaram-lhe um surdo-mudo, rogando-lhe que lhe impusesse a mão. 33Jesus tomou-o à parte dentre o povo, pôs-lhe os dedos nos ouvidos e tocou-lhe a língua com saliva.34E levantou os olhos ao céu, deu um suspiro e disse-lhe: Éfeta!, que quer dizer abre-te! 35No mesmo instante os ouvidos se lhe abriram, a prisão da língua se lhe desfez e ele falava perfeitamente. 36Proibiu-lhes que o dissessem a alguém. Mas quanto mais lhes proibia, tanto mais o publicavam.37E tanto mais se admiravam, dizendo: Ele fez bem todas as coisas; fez que ouçam os surdos e falem os mudos.

Nenhum comentário: