quinta-feira, 1 de julho de 2010


Primeira Leitura: Amós 7, 10-17

Naqueles dias, 10Amasias, sacerdote de Betel, mandou dizer a Jeroboão, rei de Israel: Amós conspira contra ti no meio dos israelitas. A terra não pode mais suportar os seus discursos. 11Ele diz que Jeroboão perecerá pela espada e que Israel será deportado para longe de seu país! 12Amasias disse a Amós: Vai-te daqui, vidente, vai para a terra de Judá e ganha lá o teu pão, profetizando. 13Mas não continues a profetizar em Betel, porque aqui é o santuário do rei, uma residência real. 14Amós respondeu a Amasias: Eu não sou profeta nem filho de profeta. Sou pastor e cultivador de sicômoros. 15O Senhor tomou-me de detrás do meu rabanho e disse-me: Vai e profetiza contra o meu povo de Israel. 16Ouve, pois, agora, a palavra do Senhor: Tu me dizes: Não profetizarás contra Israel, não falarás contra a casa de Isaac. 17Pois bem! Eis o que diz o Senhor: tua mulher será violada em plena cidade, teus filhos e tuas filhas cairão sob a espada, teu campo será repartido a cordel; quanto a ti, morrerás numa terra impura, e Israel será deportado para longe de seu país.

Salmo Responsorial(18)

REFRÃO: Os julgamentos do Senhor são corretos / e justos igualmente.

1. A lei do Senhor Deus é perfeita, / conforto para a alma! / O testemunho do Senhor é fiel, / sabedoria dos humildes. - R.

2. Os preceitos do Senhor são preciosos, / alegria ao coração. / O mandamento do Senhor é brilhante os olhos é uma luz.-R.

3. É puro o temor do Senhor, / imutável para sempre. / Os julgamentos do Senhor são corretos/ e justos igualmente. -R.

4. Mais desejável do que o ouro são eles, / do que o ouro são eles, / do que o ouro refinado. / Suas palavras são mais doce que o mel, / que o mel que sai dos favos. -R.


Evangelho: Mateus 9, 1-8

Naquele tempo, 1Jesus tomou de novo a barca, passou o lago e veio para a sua cidade. 2Eis que lhe apresentaram um paralítico estendido numa padiola. Jesus, vendo a fé daquela gente, disse ao paralítico: "Meu filho, coragem! Teus pecados te são perdoados." 3Ouvindo isto, alguns escribas murmuraram entre si: "Este homem blasfema." 4Jesus, penetrando-lhes os pensamentos, perguntou-lhes: "Por que pensais mal em vossos corações? 5Que é mais fácil dizer: Teus pecados te são perdoados, ou: Levanta-te e anda? 6Vendo a multidão, ficou tomado de compaixão, porque estava enfraquecida e abatida como ovelhas sem pastor. 7Levantou-se aquele homem e foi para sua casa. 8Vendo isto, a multidão encheu-se de medo e glorificou a Deus por ter dado tal poder aos homens.

Nenhum comentário: