quinta-feira, 10 de julho de 2014

XIV SEMANA DO TEMPO COMUM 

Leitura (Oseias 11,1-4.8-9)
Assim fala o Senhor: 111 “Israel era ainda criança, e já eu o amava, e do Egito chamei meu filho.2 Mas, quanto mais os chamei, mais se afastaram; ofereceram sacrifícios aos Baal e queimaram ofertas aos ídolos.3 Eu, entretanto, ensinava Efraim a andar, tomava-o nos meus braços, mas não compreenderam que eu cuidava deles.4 Segurava-os com laços humanos, com laços de amor; fui para eles como o que tira da boca uma rédea, e lhes dei alimento.8 Como poderia eu abandonar-te, ó Efraim, ou trair-te, ó Israel? Como poderia eu tratar-te como Adama, ou tornar-te como Seboim? Meu coração se revolve dentro de mim, eu me comovo de dó e compaixão.9 Não darei curso ao ardor de minha cólera, já não destruirei Efraim, porque sou Deus e não um homem, sou o Santo no meio de ti, e não gosto de destruir”.
Palavra do Senhor.
 
 
Salmo responsorial 79/80
Sobre nós iluminai a vossa face E, então, seremos salvos, ó Senhor!
Ó pastor de Israel, prestai ouvidos.
Vós, que sobre os querubins vos assentais,
Despertai vosso poder, ó nosso Deus,
E vinde logo nos trazer a salvação!


Voltai-vos para nós, Deus do universo!
Olhai dos altos céus e observai.
Visitai a vossa vinha e protegei-a!
Foi a vossa mão direita que a plantou;
Protegei-a, e ao rebento que firmastes!

 
Evangelho (Mateus 10,7-15)
107 Disse Jesus: “Por onde andardes, anunciai que o Reino dos céus está próximo.8 Curai os doentes, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demônios. Recebestes de graça, de graça dai!9 Não leveis nem ouro, nem prata, nem dinheiro em vossos cintos,10 nem mochila para a viagem, nem duas túnicas, nem calçados, nem bastão; pois o operário merece o seu sustento.11 Nas cidades ou aldeias onde entrardes, informai-vos se há alguém ali digno de vos receber; ficai ali até a vossa partida.12 Entrando numa casa, saudai-a: Paz a esta casa.13 Se aquela casa for digna, descerá sobre ela vossa paz; se, porém, não o for, vosso voto de paz retornará a vós.14 Se não vos receberem e não ouvirem vossas palavras, quando sairdes daquela casa ou daquela cidade, sacudi até mesmo o pó de vossos pés.15 Em verdade vos digo: no dia do juízo haverá mais indulgência com Sodoma e Gomorra que com aquela cidade”.
Palavra da Salvação.

Nenhum comentário: