sábado, 26 de julho de 2014

SANTOS JOAQUIM E ANA
PAIS DE MARIA

Leitura (Eclesiástico 44,1.10-15)
44 1 Façamos o elogio dos homens ilustres, que são nossos antepassados, em sua linhagem.10 Os primeiros, porém, foram homens de misericórdia; nunca foram esquecidas as obras de sua caridade.11 Na sua posteridade permanecem os seus bens.12 Os filhos de seus filhos são uma santa linhagem, e seus descendentes mantêm-se fiéis às alianças.13 Por causa deles seus filhos permanecem para sempre, e sua posteridade, assim como sua glória, não terá fim.14 Seus corpos foram sepultados em paz, seu nome vive de século em século.15 Proclamem os povos sua sabedoria, e cante a assembléia os seus louvores!
Palavra do Senhor.

 
Salmo responsorial 131/132
O Senhor vai dar-lhe o trono de seu pai, o rei Davi.
O Senhor fez a Davi um juramento, uma promessa que jamais renegará:
“Um herdeiro que é fruto do teu ventre colocarei sobre o trono em teu lugar!”


Pois o Senhor quis para si Jerusalém e a desejou para que fosse sua morada:
“Eis o lugar do meu repouso para sempre, eu fico aqui: este é o lugar que preferi!”

“De Davi farei brotar um forte herdeiro, acenderei ao meu ungido uma lâmpada.
Cobrirei de confusão seus inimigos, mas sobre ele brilhará minha coroa!”
 
Evangelho (Mateus 13,16-17)
1316 Disse Jesus aos seus discípulos: “Quanto a vós, bem-aventurados os vossos olhos, porque vêem! Ditosos os vossos ouvidos, porque ouvem!17 Eu vos declaro, em verdade: muitos profetas e justos desejaram ver o que vedes e não o viram, ouvir o que ouvis e não ouviram”.
Palavra da Salvação.

Nenhum comentário: