quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

VII SEMANA DO TEMPO COMUM
(Verde - Ofício do Dia)

Leitura (Tiago 4,13-17)
4 13 Agora dizeis: “Hoje ou amanhã iremos a tal cidade, ficaremos ali um ano, comerciaremos e tiraremos o nosso lucro”.14 E, entretanto, não sabeis o que acontecerá amanhã! Pois que é a vossa vida? Sois um vapor que aparece por um instante e depois se desvanece.15 Em vez de dizerdes: “Se Deus quiser, viveremos e faremos esta ou aquela coisa”.16 Mas agora vós vos jactais das vossas presunções. Toda jactância desse gênero é viciosa.17 Aquele que souber fazer o bem, e não o faz, peca.
Palavra do Senhor.
Salmo responsorial 48/49
Felizes os humildes de espírito
Porque deles é o reino dos céus!

Ouvi isto, povos todos do universo, muita atenção, ó habitantes deste mundo;
poderosos e humildes, escutai-me, ricos e pobres, todos juntos, sede atentos!


Por que temer os dias maus e infelizes quando a malícia dos perversos me circunda?
Por que temer os que confiam nas riquezas e se gloriam na abundância de seus bens?

 
Ninguém se livra de sua morte por dinheiro nem a Deus pode pagar o seu resgate.
A isenção da própria morte não tem preço; não há riqueza que a possa adquirir
nem dar ao homem uma vida sem limites e garantir-lhe uma existência imortal.

 
Morrem os sábios e os ricos igualmente; morrem os loucos e também os insensatos
e deixam tudo o que possuem aos estranhos.
Evangelho (Marcos 9,38-40)
Naquele tempo, 9 38 João disse-lhe: "Mestre, vimos alguém, que não nos segue, expulsar demônios em teu nome, e lho proibimos". 39 Jesus, porém, disse-lhe: "Não lho proibais, porque não há ninguém que faça um prodígio em meu nome e em seguida possa falar mal de mim. 40 Pois quem não é contra nós, é a nosso favor".
Palavra da Salvação.

Nenhum comentário: