segunda-feira, 8 de outubro de 2012

XXVII SEMANA COMUM
 Primeira Leitura: Gálatas 1, 6-12

Leitura da carta de são Paulo aos Gálatas - Irmãos,  6Estou admirado de que tão depressa passeis daquele que vos chamou à graça de Cristo para um evangelho diferente. 7De fato, não há dois (evangelhos): há apenas pessoas que semeiam a confusão entre vós e querem perturbar o Evangelho de Cristo. 8Mas, ainda que alguém - nós ou um anjo baixado do céu - vos anunciasse um evangelho diferente do que vos temos anunciado, que ele seja anátema. 9Repito aqui o que acabamos de dizer: se alguém pregar doutrina diferente da que recebestes, seja ele excomungado! 10É, porventura, o favor dos homens que eu procuro, ou o de Deus? Por acaso tenho interesse em agradar aos homens? Se quisesse ainda agradar aos homens, não seria servo de Cristo. 11Asseguro-vos, irmãos, que o Evangelho pregado por mim não tem nada de humano. 12Não o recebi nem o aprendi de homem algum, mas mediante uma revelação de Jesus Cristo. - Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial(110)

REFRÃO: O Senhor se lembra sempre da Aliança.

1.
Eu agradeço a Deus de todo o coração / junto com todos os seus justos reunidos! / Que grandiosas são as obras do Senhor, / eles merecem todo o amor e admiração! -R.

2.
 Suas obras são verdade e são justiça, / seus preceitos, todos eles são estáveis, / confirmados para sempre e pelos séculos, / realizados na verdade e retidão. -R.
3. Enviou libertação para o seu povo, / confirmou sua Aliança para sempre. / Seu nome é santo e é digno de respeito. / Permaneça eternamente o seu louvor. -R.

Evangelho: Lucas 10, 25-37

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, segundo Lucas - Naquele tempo, 25Levantou-se um doutor da lei e, para pô-lo à prova, perguntou: Mestre, que devo fazer para possuir a vida eterna? 26Disse-lhe Jesus: Que está escrito na lei? Como é que lês? 27Respondeu ele: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todas as tuas forças e de todo o teu pensamento (Dt 6,5); e a teu próximo como a ti mesmo (Lv 19,18). 28Falou-lhe Jesus: Respondeste bem; faze isto e viverás. 29Mas ele, querendo justificar-se, perguntou a Jesus: E quem é o meu próximo? 30Jesus então contou: Um homem descia de Jerusalém a Jericó, e caiu nas mãos de ladrões, que o despojaram; e depois de o terem maltratado com muitos ferimentos, retiraram-se, deixando-o meio morto. 31Por acaso desceu pelo mesmo caminho um sacerdote, viu-o e passou adiante. 32Igualmente um levita, chegando àquele lugar, viu-o e passou também adiante. 33Mas um samaritano que viajava, chegando àquele lugar, viu-o e moveu-se de compaixão. 34Aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando nelas azeite e vinho; colocou-o sobre a sua própria montaria e levou-o a uma hospedaria e tratou dele. 35No dia seguinte, tirou dois denários e deu-os ao hospedeiro, dizendo-lhe: Trata dele e, quanto gastares a mais, na volta to pagarei. 36Qual destes três parece ter sido o próximo daquele que caiu nas mãos dos ladrões? 37Respondeu o doutor: Aquele que usou de misericórdia para com ele. Então Jesus lhe disse: Vai, e faze tu o mesmo. - Palavra da salvação.

Nenhum comentário: