segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Primeira Leitura: 1º Macabeus 1, 10-15.41-43.54-57.62-64

XXXIII SEMANA COMUM


Naqueles dias, 10Puseram todos o diadema depois de sua morte, e, após eles, seus filhos durante muitos anos; e males em quantidade multiplicaram-se sobre a terra. 11Desses reis originou-se uma raiz de pecado: Antíoco Epífanes, filho do rei Antíoco, que havia estado em Roma, como refém, e que reinou no ano cento e trinta e sete do reino dos gregos. 14e houve entre o povo quem se apressasse a ir ter com o rei, o qual concedeu a licença de adotarem os costumes pagãos.41Então o rei Antíoco publicou para todo o reino um edito, prescrevendo que todos os povos formassem um único povo e 42que abandonassem suas leis particulares. Todos os gentios se conformaram com essa ordem do rei, e43muitos de Israel adotaram a sua religião, sacrificando aos ídolos e violando o sábado. 54No dia quinze do mês de Casleu, do ano cento e quarenta e cinco, edificaram a abominação da desolação por sobre o altar e construíram altares em todas as cidades circunvizinhas de Judá. 55Ofereciam sacrifícios diante das portas das casas e nas praças públicas, 56rasgavam e queimavam todos os livros da lei que achavam; 57em toda parte, todo aquele em poder do qual se achava um livro do testamento, ou todo aquele que mostrasse gosto pela lei, morreria por ordem do rei. 62Numerosos foram os israelitas que tomaram a firme resolução de não comer nada que fosse impuro, e preferiram a morte antes que se manchar com alimentos; 63não quiseram violar a santa lei e foram trucidados. 64Caiu assim sobre Israel uma imensa cólera.


Salmo Responsorial(118)

REFRÃO: Vivificai-me, ó Senhor, e guardarei vossa aliança!

1. Revolto-me à vista dos pecadores, que abandonam a vossa lei. - R.

2. As malhas dos ímpios me cercaram, mas eu não esqueço a vossa lei. - R.

3. Livrai-me da opressão dos homens, para que possa guardar as vossas ordens. - R.

4. Aproximam-se os que me perseguem sem razão, eles estão longe de vossa lei. - R.

5. Longe dos pecadores está a salvação, daqueles que não observam as vossas leis. - R.

6. Ao ver os prevaricadores sinto desgosto, porque eles não observam a vossa palavra. - R.



Evangelho: Lucas 18, 35-43


Naquele tempo,35Ao aproximar-se Jesus de Jericó, estava um cego sentado à beira do caminho, pedindo esmolas. 36Ouvindo o ruído da multidão que passava, perguntou o que havia. 37Responderam-lhe: É Jesus de Nazaré, que passa.38Ele então exclamou: Jesus, filho de Davi, tem piedade de mim! 39Os que vinham na frente repreendiam-no rudemente para que se calasse. Mas ele gritava ainda mais forte: Filho de Davi, tem piedade de mim! 40Jesus parou e mandou que lho trouxessem. Chegando ele perto, perguntou-lhe: 41Que queres que te faça? Respondeu ele: Senhor, que eu veja. 42Jesus lhe disse: Vê! Tua fé te salvou. 43E imediatamente ficou vendo e seguia a Jesus, glorificando a Deus. Presenciando isto, todo o povo deu glória a Deus.

Nenhum comentário: