sábado, 25 de maio de 2013


VII SEMANA COMUM
Primeira Leitura: Eclesiástico 17, 1-13
Leitura do livro do eclesiático - 1Deus criou o homem da terra, formou-o segundo a sua própria imagem; 2e o fez de novo voltar à terra. Revestiu-o de força segundo a sua natureza; 3determinou-lhe uma época e um número de dias. Deu-lhe domínio sobre tudo o que está na terra. 4Fê-lo temido por todos os seres vivos, fê-lo senhor dos animais e dos pássaros. 5De sua própria substância, deu-lhe uma companheira semelhante a ele, com inteligência, língua, olhos, ouvidos, e juízo para pensar; cumulou-os de saber e inteligência. 6Criou neles a ciência do espírito, encheu-lhes o coração de sabedoria, e mostrou-lhes o bem e o mal. 7Pôs o seu olhar nos seus corações para mostrar-lhes a majestade de suas obras, 8a fim de que celebrassem a santidade do seu nome, e o glorificassem por suas maravilhas, apregoando a magnificência de suas obras. 9Deu-lhes, além disso, a instrução, deu-lhes a posse da lei da vida; 10concluiu com eles um pacto eterno, e revelou-lhes a justiça de seus preceitos. 11Viram com os próprios olhos as maravilhas da sua glória, seus ouvidos ouviram a majestade de sua voz: Guardai-vos, disse-lhes ele, de toda a iniquidade. 12Impôs a cada um (deveres) para com o próximo. 13O proceder deles lhe está sempre diante dos olhos, nada lhe escapa. - Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial(102)
REFRÃO: O amor do Senhor por quem o respeita,
é de sempre e para sempre
1. Como um pai se compadece de seus filhos, / o Senhor tem compaixão dos que o temem. / Porque sabe de que barro somos feitos, / e se lembra que apenas somos pó. -R.2. Os dias do homem se parecem com a erva, / ela floresce como a flor dos verdes campos; / mas apenas sopra o vento ela se esvai, / já nem sabemos onde era o seu lugar. -R.3. Mas o amor do Senhor Deus por quem o teme / é de sempre e perdura para sempre; / e também sua justiça se estende / por gerações até os filhos de seus filhos, / aos que guardam fielmente sua Aliança. -R.

Evangelho: Marcos 10, 13-16
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, segundo Marcos - Naquele tempo,13Apresentaram-lhe então crianças para que as tocasse; mas os discípulos repreendiam os que as apresentavam. 14Vendo-o, Jesus indignou-se e disse-lhes: "Deixai vir a mim os pequequinos e não os impeçais, porque o Reino de Deus é daqueles que se lhes assemelham. 15Em verdade vos digo: todo o que não receber o Reino de Deus com a mentalidade de uma criança, nele não entrará." 16Em seguida, ele as abraçou e as abençoou, impondo-lhes as mãos. - Palavra da salvação.

Nenhum comentário: