sexta-feira, 12 de abril de 2013

II SEMANA DA PÁSCOA
Primeira Leitura: Atos dos Apóstolos 5, 34-42

Leitura dos Atos dos Apóstolos - Naqueles dias, 34Levantou-se, porém, um membro do Grande Conselho. Era Gamaliel, um fariseu, doutor da lei, respeitado por todo o povo. 35Mandou que se retirassem aqueles homens por um momento, e então lhes disse: Homens de Israel, considerai bem o que ides fazer com estes homens. 36Faz algum tempo apareceu um certo Teudas, que se considerava um grande homem. A ele se associaram cerca de quatrocentos homens: foi morto e todos os seus partidários foram dispersados e reduzidos a nada. 37Depois deste, levantou-se Judas, o galileu, nos dias do recenseamento, e arrastou o povo consigo, mas também ele pereceu e todos quantos o seguiam foram dispersados. 38Agora, pois, eu vos aconselho: não vos metais com estes homens. Deixai-os! Se o seu projeto ou a sua obra provém de homens, por si mesma se destruirá; 39mas se provier de Deus, não podereis desfazê-la. Vós vos arriscaríeis a entrar em luta contra o próprio Deus. Aceitaram o seu conselho. 40Chamaram os apóstolos e mandaram açoitá-los. Ordenaram-lhes então que não pregassem mais em nome de Jesus, e os soltaram. 41Eles saíram da sala do Grande Conselho, cheios de alegria, por terem sido achados dignos de sofrer afrontas pelo nome de Jesus. 42E todos os dias não cessavam de ensinar e de pregar o Evangelho de Jesus Cristo no templo e pelas casas. - Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial(26)

REFRÃO: Ao Senhor eu peço apenas uma coisa: habitar no santuário do Senhor.

1.
 O Senhor é minha luz e salvação; de quem eu terei medo? O Senhor é a proteção da minha vida; perante quem eu temerei? -R.
2.
 Ao Senhor eu peço apenas uma coisa, e é só isto que eu desejo: habitar no santuário do Senhor por toda a minha vida; saborear a suavidade do Senhor e contemplá-lo no seu templo. -R.
3.
 Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver na terra dos viventes. Espera no Senhor e tem coragem, espera no Senhor! -R.

Evangelho: João 6, 1-15

 Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, segundo João - Naquele tempo, 1Depois disso, atravessou Jesus o lago da Galiléia (que é o de Tiberíades.) 2Seguia-o uma grande multidão, porque via os milagres que fazia em beneficio dos enfermos. 3Jesus subiu a um monte e ali se sentou com seus discípulos. 4Aproximava-se a Páscoa, festa dos judeus. 5Jesus levantou os olhos sobre aquela grande multidão que vinha ter com ele e disse a Filipe: Onde compraremos pão para que todos estes tenham o que comer? 6Falava assim para o experimentar, pois bem sabia o que havia de fazer. 7Filipe respondeu-lhe: Duzentos denários de pão não lhes bastam, para que cada um receba um pedaço. 8Um dos seus discípulos, chamado André, irmão de Simão Pedro, disse-lhe: 9Está aqui um menino que tem cinco pães de cevada e dois peixes... mas que é isto para tanta gente? 10Disse Jesus: Fazei-os assentar. Ora, havia naquele lugar muita relva. Sentaram-se aqueles homens em número de uns cinco mil. 11Jesus tomou os pães e rendeu graças. Em seguida, distribuiu-os às pessoas que estavam sentadas, e igualmente dos peixes lhes deu quanto queriam. 12Estando eles saciados, disse aos discípulos: Recolhei os pedaços que sobraram, para que nada se perca. 13Eles os recolheram e, dos pedaços dos cinco pães de cevada que sobraram, encheram doze cestos. 14É vista desse milagre de Jesus, aquela gente dizia: Este é verdadeiramente o profeta que há de vir ao mundo. 15Jesus, percebendo que queriam arrebatá-lo e fazê-lo rei, tornou a retirar-se sozinho para o monte. - Palavra da salvação.

Nenhum comentário: