segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Festa de Nossa Senhora do Perpetuo Socorro

Confira as fotos do encerramento da festa de Nossa Senhora do Perpetuo Socorro em Bandeira do Colônia.

 
 
 
 
 
 
 
  
 
 
 


sábado, 22 de setembro de 2012


Primeira Leitura: 1º Coríntios 15, 35-37.42-49
 XXIV SEMANA COMUM

Leitura da primeira carta de são Paulo aos Coríntios  - Irmãos, 35Mas, dirá alguém, como ressuscitam os mortos? E com que corpo vêm? 36Insensato! O que semeias não recobra vida, sem antes morrer. 37E, quando semeias, não semeias o corpo da planta que há de nascer, mas o simples grão, como, por exemplo, de trigo ou de alguma outra planta. 42Assim também é a ressurreição dos mortos. Semeado na corrupção, o corpo ressuscita incorruptível; 43semeado no desprezo, ressuscita glorioso; semeado na fraqueza, ressuscita vigoroso; 44semeado corpo animal, ressuscita corpo espiritual. Se há um corpo animal, também há um espiritual. 45Como está escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito alma vivente (Gn 2,7); o segundo Adão é espírito vivificante. 46Mas não é o espiritual que vem primeiro, e sim o animal; o espiritual vem depois. 47O primeiro homem, tirado da terra, é terreno; o segundo veio do céu. 48Qual o homem terreno, tais os homens terrenos; e qual o homem celestial, tais os homens celestiais. 49Assim como reproduzimos em nós as feições do homem terreno, precisamos reproduzir as feições do homem celestial. - Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial(55)

REFRÃO: Na presença do Senhor, andarei na luz da vida.

1. Meus inimigos haverão de recuar + em qualquer dia em que eu vos invocar; / tenho certeza: o Senhor está comigo! -R.
2. Confio em Deus e louvarei sua promessa; +  é no Senhor que eu confio e nada temo: / que poderia contra mim um ser mortal? -R.
3. Devo cumprir, ó Deus, os votos que vos fiz,  / e vos oferto um sacrifício de louvor, / porque da morte arrancastes minha vida / e não deixastes os meus pés escorregarem,  para que eu ande na presença do senhor, / na presença do Senhor na luz da vida. -R. 
Evangelho: Lucas 8, 4-15

 Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, segundo Lucas - Naquele tempo,4Havia se reunido uma grande multidão: eram pessoas vindas de várias cidades para junto dele. Ele lhes disse esta parábola: 5Saiu o semeador a semear a sua semente. E ao semear, parte da semente caiu à beira do caminho; foi pisada, e as aves do céu a comeram. 6Outra caiu no pedregulho; e, tendo nascido, secou, por falta de umidade. 7Outra caiu entre os espinhos; cresceram com ela os espinhos, e sufocaram-na. 8Outra, porém, caiu em terra boa; tendo crescido, produziu fruto cem por um. Dito isto, Jesus acrescentou alteando a voz: Quem tem ouvidos para ouvir, ouça! 9Os seus discípulos perguntaram-lhe a significação desta parábola. 10Ele respondeu: A vós é concedido conhecer os mistérios do Reino de Deus, mas aos outros se lhes fala por parábolas; de forma que vendo não vejam, e ouvindo não entendam. 11Eis o que significa esta parábola: a semente é a palavra de Deus. 12Os que estão à beira do caminho são aqueles que ouvem; mas depois vem o demônio e lhes tira a palavra do coração, para que não creiam nem se salvem. 13Aqueles que a recebem em solo pedregoso são os ouvintes da palavra de Deus que a acolhem com alegria; mas não têm raiz, porque crêem até certo tempo, e na hora da provação a abandonam. 14A que caiu entre os espinhos, estes são os que ouvem a palavra, mas prosseguindo o caminho, são sufocados pelos cuidados, riquezas e prazeres da vida, e assim os seus frutos não amadurecem. 15A que caiu na terra boa são os que ouvem a palavra com coração reto e bom, retêm-na e dão fruto pela perseverança. - Palavra da salvação.

sexta-feira, 21 de setembro de 2012


SÃO MATEUS
APÓSTOLO E EVANGELISTA

Primeira Leitura: Efésios 4, 1-7.11-13

Leitura da carta de são Paulo aos Efésios - Irmãos, 1Exorto-vos, pois, - prisioneiro que sou pela causa do Senhor -, que leveis uma vida digna da vocação à qual fostes chamados, 2com toda a humildade e amabilidade, com grandeza de alma, suportando-vos mutuamente com caridade. 3Sede solícitos em conservar a unidade do Espírito no vínculo da paz. 4Sede um só corpo e um só espírito, assim como fostes chamados pela vossa vocação a uma só esperança. 5Há um só Senhor, uma só fé, um só batismo. 6Há um só Deus e Pai de todos, que atua acima de todos, por todos e em todos. 7Mas a cada um de nós foi dada a graça, segundo a medida do dom de Cristo, 11A uns ele constituiu apóstolos; a outros, profetas; a outros, evangelistas, pastores, doutores, 12para o aperfeiçoamento dos cristãos, para o desempenho da tarefa que visa à construção do corpo de Cristo, 13até que todos tenhamos chegado à unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, até atingirmos o estado de homem feito, a estatura da maturidade de Cristo. - Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial(18)

REFRÃO:  Seu som ressoa e se espalha em toda a terra.
1. Os céus proclamam a glória do Senhor, / e o firmamento, a obra de suas mãos; / o dia ao dia transmite esta mensagem,  / a noite à noite publica esta notícia. -R.
2. Não são discursos nem frases ou palavras,  / nem são vozes que possam ser ouvidas;  / seu som ressoa e se espalha em toda a terra,  / chega aos confins do universo a sua voz. -R.
Evangelho: Mateus 9, 9-13


 Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, segundo Mateus - Naquele tempo,9Partindo dali, Jesus viu um homem chamado Mateus, que estava sentado no posto do pagamento das taxas. Disse-lhe: Segue-me. O homem levantou-se e o seguiu. 10Como Jesus estivesse à mesa na casa desse homem, numerosos publicanos e pecadores vieram e sentaram-se com ele e seus discípulos. 11Vendo isto, os fariseus disseram aos discípulos: "Por que come vosso mestre com os publicanos e com os pecadores?" 12Jesus, ouvindo isto, respondeu-lhes: "Não são os que estão bem que precisam de médico, mas sim os doentes. 13Ide e aprendei o que significam estas palavras: Eu quero a misericórdia e não o sacrifício (Os 6,6). Eu não vim chamar os justos, mas os pecadores." - Palavra da salvação.

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

SANTOS ANDRÉ E PAULO MÁRTIRES COREANOS
Primeira Leitura: 1º Coríntios 15, 1-11

Leitura da primeira carta de são Paulo aos Coríntios - Iermãos, 1Eu vos lembro, irmãos, o Evangelho que vos preguei, e que tendes acolhido, no qual estais firmes. 2Por ele sereis salvos, se o conservardes como vo-lo preguei. De outra forma, em vão teríeis abraçado a fé. 3Eu vos transmiti primeiramente o que eu mesmo havia recebido: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras; 4foi sepultado, e ressurgiu ao terceiro dia, segundo as Escrituras; 5apareceu a Cefas, e em seguida aos Doze. 6Depois apareceu a mais de quinhentos irmãos de uma vez, dos quais a maior parte ainda vive (e alguns já são mortos); 7depois apareceu a Tiago, em seguida a todos os apóstolos. 8E, por último de todos, apareceu também a mim, como a um abortivo. 9Porque eu sou o menor dos apóstolos, e não sou digno de ser chamado apóstolo, porque persegui a Igreja de Deus. 10Mas, pela graça de Deus, sou o que sou, e a graça que ele me deu não tem sido inútil. Ao contrário, tenho trabalhado mais do que todos eles; não eu, mas a graça de Deus que está comigo. 11Portanto, seja eu ou sejam eles, assim pregamos, e assim crestes. - Palavra do Senhor.


Salmo Responsorial(117)

REFRÃO:Dai graças ao Senhor, porque ele é bom!
1. Dai graças ao Senhor, porque ele é bom! / 'Eterna é a sua misericórdia!' / A casa de Israel agora o diga: / 'Eterna é a sua misericórdia!' -R.
2. A mão direita do Senhor fez maravilhas, / a mão direita do Senhor me levantou, / a mão direita do Senhor fez maravilhas!' / Não morrerei, mas ao contrário, viverei /
para cantar as grandes obras do Senhor! -R.
3. Vós sois meu Deus, eu vos bendigo e agradeço! / Vós sois meu Deus, eu vos exalto com louvores! -R.

Evangelho: Lucas 7, 36-50

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, segundo Lucas - Naquele tempo, 36Um fariseu convidou Jesus a ir comer com ele. Jesus entrou na casa dele e pôs-se à mesa. 37Uma mulher pecadora da cidade, quando soube que estava à mesa em casa do fariseu, trouxe um vaso de alabastro cheio de perfume; 38e, estando a seus pés, por detrás dele, começou a chorar. Pouco depois suas lágrimas banhavam os pés do Senhor e ela os enxugava com os cabelos, beijava-os e os ungia com o perfume. 39Ao presenciar isto, o fariseu, que o tinha convidado, dizia consigo mesmo: Se este homem fosse profeta, bem saberia quem e qual é a mulher que o toca, pois é pecadora. 40Então Jesus lhe disse: Simão, tenho uma coisa a dizer-te. Fala, Mestre, disse ele. 41Um credor tinha dois devedores: um lhe devia quinhentos denários e o outro, cinquenta. 42Não tendo eles com que pagar, perdoou a ambos a sua dívida. Qual deles o amará mais? 43Simão respondeu: A meu ver, aquele a quem ele mais perdoou. Jesus replicou-lhe: Julgaste bem. 44E voltando-se para a mulher, disse a Simão: Vês esta mulher? Entrei em tua casa e não me deste água para lavar os pés; mas esta, com as suas lágrimas, regou-me os pés e enxugou-os com os seus cabelos. 45Não me deste o ósculo; mas esta, desde que entrou, não cessou de beijar-me os pés. 46Não me ungiste a cabeça com óleo; mas esta, com perfume, ungiu-me os pés. 47Por isso te digo: seus numerosos pecados lhe foram perdoados, porque ela tem demonstrado muito amor. Mas ao que pouco se perdoa, pouco ama. 48E disse a ela: Perdoados te são os pecados. 49Os que estavam com ele à mesa começaram a dizer, então: Quem é este homem que até perdoa pecados? 50Mas Jesus, dirigindo-se à mulher, disse-lhe: Tua fé te salvou; vai em paz. - Palavra da salvação.

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

XXIV SEMANA COMUM
Primeira Leitura: 1º Coríntios 12, 31; 13, 1-13

Leitura da primeira carta de são Paulo aos Coríntios - Irmãos, 31Aspirai aos dons superiores. E agora, ainda vou indicar-vos o caminho mais excelente de todos. 1Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver caridade, sou como o bronze que soa, ou como o címbalo que retine. 2Mesmo que eu tivesse o dom da profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência; mesmo que tivesse toda a fé, a ponto de transportar montanhas, se não tiver caridade, não sou nada. 3Ainda que distribuísse todos os meus bens em sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, se não tiver caridade, de nada valeria! 4A caridade é paciente, a caridade é bondosa. Não tem inveja. A caridade não é orgulhosa. Não é arrogante. 5Nem escandalosa. Não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não guarda rancor. 6Não se alegra com a injustiça, mas se rejubila com a verdade. 7Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. 8A caridade jamais acabará. As profecias desaparecerão, o dom das línguas cessará, o dom da ciência findará. 9A nossa ciência é parcial, a nossa profecia é imperfeita. 10Quando chegar o que é perfeito, o imperfeito desaparecerá. 11Quando eu era criança, falava como criança, pensava como criança, raciocinava como criança. Desde que me tornei homem, eliminei as coisas de criança. 12Hoje vemos como por um espelho, confusamente; mas então veremos face a face. Hoje conheço em parte; mas então conhecerei totalmente, como eu sou conhecido. 13Por ora subsistem a fé, a esperança e a caridade - as três. Porém, a maior delas é a caridade. - Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial(32)

REFRÃO: Feliz o povo que o Senhor escolheu por sua herança!
1. Dai graças ao Senhor ao som da harpa, / na lira de dez cordas celebrai-o! / Cantai para o Senhor um canto novo, /
com arte sustentai a louvação! -R.
2. Pois reta é a palavra do Senhor, / e tudo o que ele faz merece fé. / Deus ama o direito e a justiça, /
transborda em toda a terra a sua graça. -R.
3. Feliz o povo cujo Deus é o Senhor, / e a nação que escolheu por sua herança! / Sobre nós venha, Senhor, a vossa graça, / da mesma forma que em vós nós esperamos! -R.

Evangelho: Lucas 7, 31-35

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, segundo Lucas - Naquele tempo, 31A quem compararei os homens desta geração? Com quem se assemelham? 32São semelhantes a meninos que, sentados na praça, falam uns com os outros, dizendo: Tocamos a flauta e não dançastes; entoamos lamentações e não chorastes. 33Pois veio João Batista, que nem comia pão nem bebia vinho, e dizeis: Ele está possuído do demônio. 34Veio o Filho do Homem, que come e bebe, e dizeis: Eis um comilão e beberrão, amigo dos publicanos e libertinos. 35Mas a sabedoria foi justificada por todos os seus filhos. - Palavra da salvação.

terça-feira, 18 de setembro de 2012



Primeira Leitura: 1º Coríntios 12, 12-14.27-31
Leitura da primeira carta de são Paulo aos Coríntios - Irmãos, 12Porque, como o corpo é um todo tendo muitos membros, e todos os membros do corpo, embora muitos, formam um só corpo, assim também é Cristo. 13Em um só Espírito fomos batizados todos nós, para formar um só corpo, judeus ou gregos, escravos ou livres; e todos fomos impregnados do mesmo Espírito. 14Assim o corpo não consiste em um só membro, mas em muitos. 27Ora, vós sois o corpo de Cristo e cada um, de sua parte, é um dos seus membros. 28Na Igreja, Deus constituiu primeiramente os apóstolos, em segundo lugar os profetas, em terceiro lugar os doutores, depois os que têm o dom dos milagres, o dom de curar, de socorrer, de governar, de falar diversas línguas. 29São todos apóstolos? São todos profetas? São todos doutores? 30Fazem todos milagres? Têm todos a graça de curar? Falam todos em diversas línguas? Interpretam todos? 31Aspirai aos dons superiores. E agora, ainda vou indicar-vos o caminho mais excelente de todos. - Palavra do senhor.

Salmo Responsorial(99)
REFRÃO: Nós somos o seu povo e seu rebanho.
1. Aclamai o Senhor, ó terra inteira, + servi ao Senhor com alegria, / ide a ele cantando jubilosos! -R.
2. Sabei que o Senhor, só ele, é Deus, + Ele mesmo nos fez, e somos seus, / nós somos seu povo e seu rebanho. -R.
3. Entrai por suas portas dando graças, + e em seus átrios com hinos de louvor; / dai-lhe graças, seu nome bendizei! -R.
4. Sim, é bom o Senhor e nosso Deus, + sua bondade perdura para sempre, / seu amor é fiel eternamente! -R.
Evangelho: Lucas 7, 11-17
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, segundo Lucas - Naquele tempo, 11No dia seguinte dirigiu-se Jesus a uma cidade chamada Naim. Iam com ele diversos discípulos e muito povo. 12Ao chegar perto da porta da cidade, eis que levavam um defunto a ser sepultado, filho único de uma viúva; acompanhava-a muita gente da cidade. 13Vendo-a o Senhor, movido de compaixão para com ela, disse-lhe: Não chores! 14E aproximando-se, tocou no esquife, e os que o levavam pararam. Disse Jesus: Moço, eu te ordeno, levanta-te. 15Sentou-se o que estivera morto e começou a falar, e Jesus entregou-o à sua mãe. 16Apoderou-se de todos o temor, e glorificavam a Deus, dizendo: Um grande profeta surgiu entre nós: Deus voltou os olhos para o seu povo. 17A notícia deste fato correu por toda a Judéia e por toda a circunvizinhança. - Palavra da salvação.

segunda-feira, 17 de setembro de 2012


Primeira Leitura: 1º Coríntios 11, 17-26.33
 XXIV SEMANA COMUM

Leitura da primeira carta de são Paulo aos Coríntios  - Irmãos, 17Fazendo-vos essas advertências, não vos posso louvar a respeito de vossas assembléias que causam mais prejuízo que proveito. 18Em primeiro lugar, ouço dizer que, quando se reúne a vossa assembléia, há desarmonias entre vós. (E em parte eu acredito. 19É necessário que entre vós haja partidos para que possam manifestar-se os que são realmente virtuosos.) 20Desse modo, quando vos reunis, já não é para comer a ceia do Senhor, 21porquanto, mal vos pondes à mesa, cada um se apressa a tomar sua própria refeição; e enquanto uns têm fome, outros se fartam. 22Porventura não tendes casa onde comer e beber? Ou menosprezais a Igreja de Deus, e quereis envergonhar aqueles que nada têm? Que vos direi? Devo louvar-vos? Não! Nisto não vos louvo... 23Eu recebi do Senhor o que vos transmiti: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão 24e, depois de ter dado graças, partiu-o e disse: Isto é o meu corpo, que é entregue por vós; fazei isto em memória de mim. 25Do mesmo modo, depois de haver ceado, tomou também o cálice, dizendo: Este cálice é a Nova Aliança no meu sangue; todas as vezes que o beberdes, fazei-o em memória de mim. 26Assim, todas as vezes que comeis desse pão e bebeis desse cálice lembrais a morte do Senhor, até que venha. 33Portanto, irmãos meus, quando vos reunis para a ceia, esperai uns pelos outros. - Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial(39)

REFRÃO:  Irmãos, anunciai a morte do Senhor, até que ele venha!

1. Sacrifício e oblação não quisestes, / mas abristes, Senhor, meus ouvidos; /não pedistes ofertas nem vítimas,+  holocaustos por nossos pecados,/ 8aE então eu vos disse: 'Eis que venho!' R.
2. Sobre mim está escrito no livro: / 'Com prazer faço a vossa vontade, /guardo em meu coração vossa lei!' -R.
3. Boas-novas de vossa justiça  anunciei numa grande assembléia; / vós sabeis: não fechei os meus lábios! -R.
4. Mas se alegre e em vós rejubile / todo ser que vos busca, Senhor!  /Digam sempre: 'É grande o Senhor!' / os que buscam em vós seu auxílio. -R. 

Evangelho: Lucas 7, 1-10
 
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, segundo Lucas - Naquele tempo,1Tendo Jesus concluído todos os seus discursos ao povo que o escutava, entrou em Cafarnaum. 2Havia lá um centurião que tinha um servo a quem muito estimava e que estava à morte. 3Tendo ouvido falar de Jesus, enviou-lhe alguns anciãos dos judeus, rogando-lhe que o viesse curar.4Aproximando-se eles de Jesus, rogavam-lhe encarecidamente: Ele bem merece que lhe faças este favor, 5pois é amigo da nossa nação e foi ele mesmo quem nos edificou uma sinagoga. 6Jesus então foi com eles. E já não estava longe da casa, quando o centurião lhe mandou dizer por amigos seus: Senhor, não te incomodes tanto assim, porque não sou digno de que entres em minha casa; 7por isso nem me achei digno de chegar-me a ti, mas dize somente uma palavra e o meu servo será curado. 8Pois também eu, simples subalterno, tenho soldados às minhas ordens; e digo a um: Vai ali! E ele vai; e a outro: Vem cá! E ele vem; e ao meu servo: Faze isto! E ele o faz.9Ouvindo estas palavras, Jesus ficou admirado. E, voltando-se para o povo que o ia seguindo, disse: Em verdade vos digo: nem mesmo em Israel encontrei tamanha fé. 10Voltando para a casa do centurião os que haviam sido enviados, encontraram o servo curado. - Palavra da salvação.

domingo, 16 de setembro de 2012