sábado, setembro 06, 2014

XXII SEMANA DO TEMPO COMUM *
(Verde – Ofício do Dia)

Leitura (1 Coríntios 4,6,15)
4 6 Se apliquei tudo isso a mim e a Apolo foi por vossa causa, para que, por meio de nós, aprendais a não ultrapassar o que está escrito e para que vos não ensoberbeçais tomando partido a favor de um e com prejuízo de outrem.7 O que há de superior em ti? Que é que possuis que não tenhas recebido? E, se o recebeste, por que te glorias, como se o não tivesses recebido?8 Já estais fartos! Já estais ricos! Sem nós, sois reis! Praza a Deus que reineis, de fato, para que também nós reinemos convosco!9 Porque, ao que parece, Deus nos tem posto a nós, apóstolos, na última classe dos homens, por assim dizer sentenciados à morte, visto que fomos entregues em espetáculo ao mundo, aos anjos e aos homens.10 Nós, estultos por causa de Cristo; e vós, sábios em Cristo! Nós, fracos; e vós, fortes! Vós, honrados; e nós, desprezados!11 Até esta hora padecemos fome, sede e nudez. Somos esbofeteados, somos errantes,12 fatigamo-nos, trabalhando com as nossas próprias mãos. Insultados, abençoamos; perseguidos, suportamos; caluniados, consolamos!13 Chegamos a ser como que o lixo do mundo, a escória de todos até agora...14 Não vos escrevo estas coisas para vos envergonhar, mas admoesto-vos como meus filhos muitos amados.15 Com efeito, ainda que tivésseis dez mil mestres em Cristo, não tendes muitos pais; ora, fui eu que vos gerei em Cristo Jesus pelo Evangelho.
Palavra do Senhor.

 
Salmo responsorial 144/145
O Senhor está perto de quem o invoca!
É justo o Senhor em seus caminhos,
é santo em toda obra que ele faz.
Ele está perto da pessoa que o invoca,
de todo aquele que o invoca lealmente.


O Senhor cumpre os desejos dos que o temem,
ele escuta os seus clamores e os salva.
O Senhor guarda todo aquele que o ama,
mas dispersa e extermina os que são ímpios.


Que a minha boca cante a glória do Senhor
e que bendiga todo ser seu nome santo
desde agora, para sempre e pelos séculos.


 
Evangelho (Lucas 6,1-5)
61 Em dia de sábado, Jesus atravessava umas plantações; seus discípulos iam colhendo espigas (de trigo), as debulhavam na mão e comiam.2 Alguns dos fariseus lhes diziam: “Por que fazeis o que não é permitido no sábado?”3 Jesus respondeu: “Acaso não tendes lido o que fez Davi, quando teve fome, ele e os seus companheiros;4 como entrou na casa de Deus e tomou os pães da proposição e deles comeu e deu de comer aos seus companheiros, se bem que só aos sacerdotes era permitido comê-los?”5 E ajuntou: “O Filho do Homem é senhor também do sábado”.
Palavra da Salvação.