sexta-feira, março 28, 2014

III SEMANA DA QUARESMA

Leitura (Oséias 14,2-10)
Assim fala o Senhor Deus: 14 1" Volta, Israel, ao Senhor teu Deus, porque foi teu pecado que te fez cair. 2 Muni-vos de palavras (de súplicas) e voltai ao Senhor. Dizei-lhe: ‘Perdoai todos os nossos pecados, acolhei-nos favoravelmente. Queremos oferecer em sacrifício a homenagem de nossos lábios. 3 O assírio não nos salvará, não mais montaremos nossos cavalos, e não mais teremos como Deus obra alguma de nossas mãos, porque só junto de vós encontra o órfão compaixão’. 4 Curarei a sua infidelidade, amá-los-ei de todo o coração, (porque minha cólera apartou-se deles). 5 Serei para Israel como o orvalho; ele florescerá como o lírio, e lançará raízes como o álamo. 6 Seus galhos estender-se-ão ao longe, sua opulência igualará à da oliveira e seu perfume será como o odor do Líbano. 7 (Os de Efraim) virão sentar-se à sua sombra. Cultivarão o trigo. Crescerão com a vinha. E serão famosos como o vinho do Líbano. 8 Que terá ainda Efraim de comum com os ídolos? Eu mesmo, que o afligi, torná-lo-ei feliz. Eu sou como o cipreste sempre verde: graças a mim é que produzes fruto. 9 Quem é sábio atenda a estas coisas! Que o homem inteligente reflita nelas, porque os caminhos do Senhor são retos. Os justos andam por eles, mas os pecadores neles tropeçam".
Palavra do Senhor.
Salmo responsorial 80/81
Ouve, meu povo, porque eu sou o teu Deus!
Eis que ouço uma voz que não conheço: “Aliviei as tuas costas de seu fardo,
cestos pesados eu tirei de tuas mãos. Na angústia a mim clamaste, e te salvei.


De uma nuvem trovejante te falei e junto às águas de Meriba te provei.
Ouve, meu povo, porque vou te advertir! Israel, ah! se quisesses me escutar.


Em teu meio não exista um deus estranho, nem adores a um deus desconhecido!
Porque eu sou o teu Deus e teu Senhor, que da terra do Egito te arranquei.


Quem me dera que meu povo me escutasse! Que Israel andasse sempre em meus caminhos.
Eu lhe daria de comer a flor do trigo e com o mel que sai da rocha o fartaria”.
 
Evangelho (Marcos 12,28-34)
Naquele tempo, 12 28 achegou-se dele um dos escribas que os ouvira discutir e, vendo que lhes respondera bem, indagou dele: "Qual é o primeiro de todos os mandamentos?" 29 Jesus respondeu-lhe: "O primeiro de todos os mandamentos é este: Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor; 30 amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu espírito e de todas as tuas forças. 31 Eis aqui o segundo: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Outro mandamento maior do que estes não existe". 32 Disse-lhe o escriba: "Perfeitamente, Mestre, disseste bem que Deus é um só e que não há outro além dele. 33 E amá-lo de todo o coração, de todo o pensamento, de toda a alma e de todas as forças, e amar o próximo como a si mesmo, excede a todos os holocaustos e sacrifícios". 34 Vendo Jesus que ele falara sabiamente, disse-lhe: "Não estás longe do Reino de Deus". E já ninguém ousava fazer-lhe perguntas.
Palavra da Salvação.