quinta-feira, agosto 01, 2013

SANTO AFONSO DE LIGÓRIO
BISPO E DOUTOR
Primeira Leitura: Êxodo 40, 16-21.34-38
Leitura do livro do Êxodo - Naqueles dias, 16Moisés fez tudo o que o Senhor lhe havia mandado, e se conformou a tudo. 17Assim, no segundo ano, no primeiro dia do primeiro mês, o tabernáculo foi erigido. 18Moisés levantou o tabernáculo: pôs suas bases, suas tábuas, suas travessas, e assentou suas colunas. 19Estendeu a tenda sobre o tabernáculo, e pôs a coberta da tenda por cima, como o Senhor lhe tinha ordenado. 20Tomou o testemunho e colocou-o na arca; meteu os varais na arca, e colocou nela a tampa.21Introduziu a arca no tabernáculo; e, tendo pendurado o véu de separação, cobriu com ele a arca da aliança, como o Senhor tinha ordenado a Moisés.34Então a nuvem cobriu a tenda de reunião e a glória do Senhor encheu o tabernáculo. 35E era impossível a Moisés entrar na tenda de reunião, porque a nuvem pairava sobre ela, e a glória do Senhor enchia o tabernáculo.36Durante todo o curso de suas peregrinações, os israelitas se punham a caminho quando se elevava a nuvem que estava sobre o tabernáculo; 37do contrário, eles não partiam até o dia em que ela se elevasse. 38E, enquanto duraram as suas peregrinações, a nuvem do Senhor pairou sobre o tabernáculo durante o dia; e, durante a noite, havia um fogo na nuvem, que era visível a todos os israelitas. - Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial(83)
REFRÃO: Quão amável, ó Senhor, é vossa casa!
1.
 Minha alma desfalece de saudades e anseia pelos átrios do Senhor! Meu coração e minha carne rejubilam e exultam de alegria no Deus vivo! -R.
2. 
Mesmo o pardal encontra abrigo em vossa casa, e a andorinha ali prepara o seu ninho, para nele seus filhotes colocar; vossos altares, ó Senhor Deus do universo! Vossos altares, ó meu Rei e meu Senhor! -R.
3. 
Felizes os que habitam em vossa casa; para sempre haverão de vos louvar! Felizes os que em vós têm sua força, caminharão com um ardor sempre crescente. -R.
4.
 Na verdade, um só dia em vosso templo vale mais do que milhares fora dele! Prefiro estar no limiar de vossa casa, a hospedar-me na mansão dos pecadores! -R.

Evangelho: Mateus 13, 47-53


Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, segundo Mateus - Naquele tempo,47O Reino dos céus é semelhante ainda a uma rede que, jogada ao mar, recolhe peixes de toda espécie. 48Quando está repleta, os pescadores puxam-na para a praia, sentam-se e separam nos cestos o que é bom e jogam fora o que não presta. 49Assim será no fim do mundo: os anjos virão separar os maus do meio dos justos 50e os arrojarão na fornalha, onde haverá choro e ranger de dentes. 51Compreendestes tudo isto? Sim, Senhor, responderam eles. 52Por isso, todo escriba instruído nas coisas do Reino dos céus é comparado a um pai de família que tira de seu tesouro coisas novas e velhas. 53Após ter exposto as parábolas, Jesus partiu. - Palavra da salvação.