domingo, abril 29, 2012


Primeira Leitura: Atos dos Apóstolos 4, 8-12

 IV DA PÁSCOA

Naqueles dias, 8Então Pedro, cheio do Espírito Santo, respondeu-lhes: Chefes do povo e anciãos, ouvi-me: 9se hoje somos interrogados a respeito do benefício feito a um enfermo, e em que nome foi ele curado, 10ficai sabendo todos vós e todo o povo de Israel: foi em nome de Jesus Cristo Nazareno, que vós crucificastes, mas que Deus ressuscitou dos mortos. Por ele é que esse homem se acha são, em pé, diante de vós. 11Esse Jesus, pedra que foi desprezada por vós, edificadores, tornou-se a pedra angular. 12Em nenhum outro há salvação, porque debaixo do céu nenhum outro nome foi dado aos homens, pelo qual devamos ser salvos. 

Salmo Responsorial(117)

REFRÃO: A pedra que os pedreiros rejeitam / tornou-se agora a pedra angular.
1. Aleluia. Louvai ao Senhor, porque ele é bom; porque eterna é a sua misericórdia. - R.
2. Mais vale procurar refúgio no Senhor do que confiar no homem. Mais vale procurar refúgio no Senhor do que confiar nos grandes da terra. - R.
3. Graças vos dou porque me ouvistes, e vos fizestes meu Salvador. A pedra rejeitada pelos arquitetos tornou-se a pedra angular. Isto foi obra do Senhor, é um prodígio aos nossos olhos. - R.
4. Bendito seja o que vem em nome do Senhor! Da casa do Senhor nós vos bendizemos. - R.
5. Sois o meu Deus, venho agradecer-vos. Venho glorificar-vos, sois o meu Deus. Dai graças ao Senhor porque ele é bom, eterna é sua misericórdia. - R.

Segunda Leitura: 1º João 3, 1-2

 1Considerai com que amor nos amou o Pai, para que sejamos chamados filhos de Deus. E nós o somos de fato. Por isso, o mundo não nos conhece, porque não o conheceu.2Caríssimos, desde agora somos filhos de Deus, mas não se manifestou ainda o que havemos de ser. Sabemos que, quando isto se manifestar, seremos semelhantes a Deus, porquanto o veremos como ele é. 

Evangelho: 1º Coríntios 10, 11-18

 Naquele tempo, 11Todas estas desgraças lhes aconteceram para nosso exemplo; foram escritas para advertência nossa, para nós que tocamos o final dos tempos. 12Portanto, quem pensa estar de pé veja que não caia. 13Não vos sobreveio tentação alguma que ultrapassasse as forças humanas. Deus é fiel: não permitirá que sejais tentados além das vossas forças, mas com a tentação ele vos dará os meios de suportá-la e sairdes dela. 14Portanto, caríssimos meus, fugi da idolatria. 15Falo como a pessoas sensatas; julgai vós mesmos o que digo. 16O cálice de bênção, que benzemos, não é a comunhão do sangue de Cristo? E o pão, que partimos, não é a comunhão do corpo de Cristo? 17Uma vez que há um único pão, nós, embora sendo muitos, formamos um só corpo, porque todos nós comungamos do mesmo pão.18Considerai Israel segundo a carne: não entram em comunhão com o altar os que comem as vítimas?