domingo, março 18, 2012

A conversão exige transparência

Ontem 17/03, aconteceu a oitava noite do novenario em louvor a São José o celebrante foi Pe. Vasco e concelebrante Pe. José Carlos, nesta celebração a açegria contagiante da CEB’s das comunidades foi crucial para a animação da noite, que muito expirado Pe José Carlos refletiu sobre o tema: “A solidariedade nos leva a buscar um sistema de saúde que valoriza a vida”.

Nas leituras o Deus de Oséias se preocupa com o povo que sofre que tem dor. Deus vai ao encontro daqueles que sofrem. Deus desceu a mansão dos mortos entendeu a dor e o sofrimento do seu povo e vai ao encontro. Temos duas atitudes ou do cobrador de imposto ou do fariseus. O fariseu tinha duas caras e em sua oração quis exaltasse é preciso ter cuidado, pois nem tudo é oração cuidando para não se elevar. O cobrador de imposto colocou-se no lugar dele e pede a Deus uma mudança de atitude; qual é a nossa atitude diante da nossa oração? É preciso que sejamos fieis honestos e autênticos. Deus nos convida a superar a hipocrisia, as falsidade temos pouca vivência na fé é preciso sairmos das fantasias é preciso ter prudência na vivencia da fé

O Deus de Oséias é um Deus que da uma chance todos somos frágeis e sujeitos a quedas a oração deve ser aquela que tem a mudança de vida Convertido deve ser aquele que dar testemunho e que seja transparente o sacrifício não deve negar a vida

Festa de São José com as crianças

Ontem 17/03 a tarde tivemos um momento da festa de São José como as Crianças da Catequese, nos reunimos na quadra do colégio Madre Savina Petrili recebendo as comunidades de nossas Paróquia Nossa Senhora do Perpetuo Socorro (Bandeira), Santíssima Trindade, Santa Luzia, São Francisco, São Pedro e Santo Antonio, Nossa Senhora do Sagrado Coração, Santo Isabel e Santa Clara, as crianças que estão participando da catequese juntamente com os seus catequistas vindas de todo as a nossas comunidades e alguns pais, saímos em procissão pelas ruas da cidade algumas crianças caracterizadas como o santo Padroeiro de cada comunidade e mais algumas como anjos e o andor de São José que estava sendo carregado pelas crianças adolescentes e jovens. Durante a caminhada vivendo a experiência do momento notava-se a alegria das crianças, dos pais e catequistas todos os cantos da nossa cidade chegando na igreja de São José onde tivemos a missa com as crianças com uma participação maciça de todos a homilia foi feitas pelas nossas catequistas com os fantoches, foi um momento muito rico e animado.