terça-feira, setembro 06, 2011

PORQUE O GRITO DOS/AS EXCLUIDOS/AS?

A proposta do Grito dos/das Excluídos/as surgiu no Brasil no ano de 1994. O 1º Grito aconteceu em setembro de l995, com o objetivo de aprofundar o tema da Campanha da Fraternidade do mesmo ano, que era “A Fraternidade e os Excluídos”.

O Grito dos/as Excluídos/as não é um movimento nem uma campanha, mas um espaço de participação livre e popular, em que os próprios excluído, junto com os movimentos e entidades que os defendem, trazem á luz o protesto oculto nos esconderijos da sociedade e, ao mesmo tempo, o anseio por mudanças, é um espaço de animação e profecia que envolve pessoas e movimentos comprometidos com a vida. “Eu vim para que todos tenham vida, e vida em abundância”.

Portanto, o objetivo do Grito é fortalecer as lutas populares e denunciar todas as formas de injustiças que causam a destruição e a precarizaçao da vida do povo e do planeta.

Porque o dia 7 de setembro para esse acontecimento? Porque é o dia dedicado a Pátria, momento de refletir sobre a soberania nacional, que é o eixo central das mobilizações do Grito e não teremos soberania enquanto ficarmos omissos, transferindo a outros o direito de decidir o que é melhor para nós. Cruzar os braços e esperar nem sempre é a melhor solução. Os que agem assim fazem menos do que podem e do que devem.

Este ano, no 17° Grito dos/as excluídos/as, brasileiros e brasileiras alertam que PELA VIDA GRITA A TERRA... POR DIREITOS, TODOS NÓS. Com este tema denunciaremos a situação do planeta que grita por todas as suas feridas. As catástrofes e o desequilíbrio ambiental causado pelo modelo de produção capitalista que visa o acúmulo de riquezas através da exploração irresponsável dos recursos naturais, gerando o empobrecimento, concentração de renda e exclusão social, ameaçando as diversas formas de vida.

Dessa forma, somos todos convocados a assumir uma cidadania ativa e se incluir na luta pelo fim de todo tipo de exclusão participando das mobilizações e fazendo ecoar nas ruas e praças do país e de nossa cidade gritos pela garantia e ampliação dos direitos, apresentando propostas para um projeto popular que responda as verdadeiras necessidades e direitos do povo. Em Itapetinga as atividades acontecerão nos dias:

Dia 06- 07 às 20: 00h na Matriz São José - Celebração do Grito com todos os movimentos sociais, sindicatos e pastorais.

Dia 07-07 às 9:00h - Manifesto popular saindo da Rua Macarani

ROTEIRO DO GRITO E MOVIMENTOS PARTICIPANTES

1-Tema Geral: Pela Vida Grita A Terra... Por Direitos,Todos Nós

2-Meio ambiente e questões da terra – CEB’s e MST

3- Mundo do trabalho – Sindicatos, RCC e grupo Jesus Misericordioso

4-Educação – APLB Sindicatos, Movimento Mãe Rainha e Apostolado da Oração

5-Política cidadania e Segurança pública – Movimento de Cursilho e Pastoral do Dízimo

6- Associações de moradores – Realidade local de cada bairro

7- Saúde – Catequese

8- Violência doméstica – Legião de Maria

9- Todos contra as Drogas e o extermínio de jovens - Pastoral da juventude, Pastoral da Crisma, Vinde e Vede e Acólitos